FARM TRIP

2 dias

A HappyPortugal através da TravelTailors sugere um passeio pelas aldeias de Portugal onde as tradições continuam bem vivas.

Percurso do Passeio

  • DIA 1: Ferraria de São João

    Recepção na aldeia.

    Recepção na Aldeia. Ferraria de São João é uma aldeia que faz parte da rede de 24 Aldeias do Xisto do Centro de Portugal. Situada no cimo de um cume no extremo sul da Serra da Lousã, permite observar como a mistura de xisto, calcário e quartzo resulta tão perfeitamente, já que a sua localização é a zona de transição geológica onde afloram estes tipos de rochas. Num raio de poucos quilómetros existem praias fluviais, outras aldeias do xisto, óptimos restaurantes, ruínas romanas, grutas e vários outros motivos de visita. Nesta aldeia, ainda é possível fazer parte nas actividades que alguns dos seus 40 habitantes ainda continuam a realizar. Poderá ser pastor do rebanho comunitário por um dia, apanhar azeitonas ou uvas. De carro, poderá visitar alguns Castelos na região, duas vilas romanas ou mesmo ir até ao Santuário de Fátima.

    A partir das 20h30: jantar e alojamento na Casa do Vale do Ninho ou na Casa do Zé Sapateiro.

    A Casa do Vale do Ninho, encaixada no vale que lhe dá o nome, tem vistas sobranceiras sobre a aldeia de Ferraria de São João e sua crista quartzítica. É uma pequena Casa de Campo recuperada com preocupações ambientais e de eficiência energética, fazendo o equilíbrio entre o moderno e a arquitectura tradicional da região. O resultado é um elevado nível de conforto em ambiente rural com 3 quartos com WC, sala panorâmica e cozinha. Da enorme varanda, usufrui-se da paisagem relaxante para o vale rodeado de jardins, floresta e pequenas hortas de agricultura biológica de onde saem muitos dos ingredientes para as refeições na casa.

    A Casa do Zé Sapateiro foi reconstruída e preparada para receber até 10 pessoas num ambiente familiar e confortável. Compartilhando a cozinha, a sala de estar e um pátio interno, os hóspedes podem optar por um dos quatro quartos duplos ou pela suite, todos com casa de banho privativa. Na recepção, uma peça antiga para moer o milho faz-nos lembrar a realidade de outros tempos.

    15h30 – Caminhada ligeira até às Fragas de São Simão.

    Perto da casa onde fazemos o pão, existe um trilho demarcado, pela serra, que nos leva até as Fragas de S. Simão. Aqui encontramos uma praia de construção recente, rodeada das imensas fragas, num local de uma beleza ímpar, que poderá percorrer e assim desfrutar de toda a sua excelência.

    16h30 – Terminar o workshop do pão.

    Removemos o pão do forno e regressamos à aldeia da Ferraria; compotas, manteiga, chá e sumo estão à nossa espera para lancharmos com o nosso queijo fresco e pão quentinho!

    A partir das 20h30: jantar no BURGO, na Lousão.

    Quem vem e atravessa a Serra da Lousã depara-se com a estrada do Castelo, metido numa dobra da serra, outrora ponto de passagem obrigatório para os que faziam a ligação entre o litoral e o interior da zona centro. Aqui encontramos o restaurante O BURGO, antiga azenha abandonada, transformada em sala de refeições e ponto de paragem obrigatório para os que apreciam os bons sabores tradicionais e as paisagens magníficas.

    Alojamento na Casa do Vale do Ninho ou na Casa do Zé Sapateiro.

     

  • DIA 2: Ferraria de São João

    09h30 – Trilho do Rebanho (2,5 – 4,8 km / 1 – 2,5 horas)                                               

    Hoje fará uma caminhada pelo lindíssimo vale de ferraria de S. João na companhia do Xico, um burro muito simpático. Entre fragas e ribeiros, passando por pontes e sobreirais, descobrirá um mundo de tranquilidade. O Caminho do Xisto da Ferraria de S. João mostra-nos várias perspectivas da envolvente desta aldeia ao longo de 4,8 km.

    O percurso começa no Centro de BTT e desce ao centro da aldeia, para depois acompanhar as margens da Ribeira da Ferraria, que aqui nasce. Pelo caminho, encontrará pequenos poços com diversos engenhos tradicionais para tirar água. Se optar pelo percurso mais longo, poderá ainda avistar antigos moinhos de água, refrescantes poças nas gargantas da Ribeira e finalmente, já na parte final, quando se aproxima novamente de Ferraria, uma frondosa mata de sobreiros e os currais comunitários, ex-líbris histórico da vida desta aldeia.

    13h30 – Almoço pic-nic.

    Após a caminhada, fará um almoço pic-nic no monte junto à aldeia.

    15h30 ou hora a combinar – Transfer para o aeroporto de Lisboa. Viagem até à cidade de destino.